É nuvem para cá… Nuvem para lá!

Quando falamos de eficiência em sincronização comparando as três plataformas que mais se destacam no mercado – Dropbox, Google Drive e Microsoft OneDrive – Qual a melhor na hora de sincronizar os arquivos ao compartilhar e armazenar?

O Google Drive possui um sistema mais tradicional; geralmente faz upload do arquivo inteiro após uma simples mudança. Gasta-se mais tempo e largura de banda, tornando a sincronização menos eficiente para quem edita com frequência e/ou mexe com arquivos grandes.

One Drive tem uma forma de sincronização incremental, mas a eficiência varia conforme o tipo de arquivo e as mudanças feitas. A sincronização nem sempre é tão rápida.

Já o Dropbox tem o grande lance: sincronização Delta. Quando um arquivo é editado, só as partes modificadas vão para nuvem. A sincronização Delta garante atualizações quase instantâneas, sem sobrecarregar a rede. As mudanças carregam em alta velocidade, sem precisar mandar o arquivo inteiro de novo. Com menos dados sendo transferidos, nota-se uma economia de tempo e largura de banda, além de reduzir o consumo de energia em dispositivos móveis e laptops.

Perfeita para arquivos grandes e trabalhos colaborativos, a sincronização Delta garante uma experiência de usuário fluída e sem interrupções com disponibilidade imediata.

Outro grande recurso do Dropbox é o controle de versões: a plataforma conta com um histórico dos arquivos, permitindo que os usuários voltem para versões anteriores facilmente. É uma baita mão na roda para corrigir erros ou recuperar informações perdidas. E dá para restaurar arquivos deletados até 10 anos!

Compartilhe suas experiências conosco e descubra como o Dropbox pode levar sua equipe ao próximo nível.

Então, vamos começar essa jornada juntos?

Caso queira saber mais sobre, entre em contato conosco e agende uma demonstração!

Facebook
Pinterest
Twitter
LinkedIn

Deixe uma resposta